Um presente de início de carreira

Em 1975, no início de sua carreira, a música 'Alegre Menina", de Jorge Amado e Dori Caymmi interpretada pelo Djavan  foi incluída na trilha sonora da novela Gabriela, com Sônia Braga no papel principal. Quase quarenta anos depois, a TV Globo vai exibir um remake da novela com Juliana Paes no papel principal,  mantendo algumas músicas da trilha original nessa nova versão.

Djavan falou sobre a canção e o impacto que ela teve em sua carreira, para o site da nova versão, confira:

"Do mesmo jeito que as estrelas no céu, alguns artistas da música brasileira não escolhem quando ou onde irão começar a brilhar. No caso de Djavan, natural de Maceió, a carreira do cantor começou a deslanchar na década de 1970. "Foi um presente, porque eu estava no início de uma carreira. Eu tinha gravado uma ou outra música para novela, e isto me fez muito feliz. Ela, inclusive, me proporcionou um encontro com Jorge Amado e ajudou a projetar o meu nome", revela o cantor.

De família humilde, Djavan poderia ter escolhido qualquer outro caminho na vida, mas a música acabou mudando seu destino completamente. Emocionado ao saber que a música composta pelo próprio Jorge Amado e Dori Caymmi entrará novamente na nova versão da trama, agora escrita por Walcyr Carrasco, Djavan conta: "É uma gravação de que gosto muito. Sempre quando a ouço no rádio, me traz boas lembranças e memórias da época e da trama, que foi um sucesso".

Confira abaixo a entrevista com o cantor:

Como você se sente chegando mais uma vez às telas da TV com a música composta por Jorge Amado e Dori Caymmi, de 1975, para a nova versão da novela Gabriela?

"Foi um presente, porque eu estava no início de uma carreira. Eu tinha gravado uma ou outra música para novela, e isto me fez muito feliz. Ela, inclusive, me proporcionou um encontro com Jorge Amado e ajudou a projetar o meu nome. É uma felicidade perceber que a gravação se tornou um clássico. Tô curioso pra saber qual personagem ela vai embalar. Ela voltar à TV, para mim, vai ser um ‘sarro’!"

Como nordestino e possível admirador de Jorge Amado, como você acha que a canção se encaixa na história da retirante que foge da seca em busca de uma vida melhor?

“É o Jorge (autor da canção) decantando todas as nuances daquela dura realidade. É uma gravação de que gosto muito. Sempre quando a ouço no rádio, me traz boas lembranças e memórias da época e da trama, que foi um sucesso. E a novela é muito instigante. Reúne personagens memoráveis. Como nordestino, a novela me traz muitas lembranças, como os dizeres, as comidas...”

A trama mexe diretamente com a ascensão dos direitos e liberdades da mulher no Brasil. Qual sua opinião sobre o tema?

“É uma trama muito instigante e viva. E a personagem ‘Gabriela’ simboliza toda essa luta da mulher pelos seus direitos”

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA! 

 

Comentar

ÚLTIMAS NOTÍCIAS