Idiomas

Música

Rua dos Amores Ao Vivo

2014

Sobre o Álbum

O disco e o DVD ao vivo, para o artista alagoano, têm como ponto de partida o reencontro com uma turma com a qual ele já havia trabalhado anos atrás, exceto o trompetista Jessé Sadoc, que o acompanhou pela primeira vez no disco de estúdio, de 2012. “Todos estão mais maduros, inclusive eu. Percebi, na hora, que a turnê seria um deslumbramento” (...). “Rua dos amores – Ao vivo” é, portanto, um apanhado sensível de um dos maiores artistas brasileiros, com uma assinatura única e um pacto definitivo com a beleza.

João Pimentel

Músicas

  • 1

    Pecado

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Editora: Luanda Edições Musicais


    Letra e Música: Djavan

    Letra

    (DJAVAN)


    Quero ficar pensando
    Quase me abandonando
    Com um pouco a me ligar
    A sinais de vida em construção.


    Nenhuma nuvem, nada,
    Tempo de água parada,
    Alma quer navegar,
    Mas ela tá que fala,
    Fala, fala, fala...
    Pecado!


    É passarinho que canta,
    Flora de encantos mil
    Sonhos e catedrais
    Para longa espera dos cordeiros.
    Mesmo que o amor avance,
    Perde-se em nuance
    Quase um Chile inteiro,
    Enquanto você fala,
    Fala, fala, fala...
    Pecado!


    Quer viver de amor? Vá!
    Mas pode parar com esse pantim.
    Ouça mais, para variar
    E saber mais de mim...
    Pecado!


    Você está sempre a mais
    Não tem mais medida,
    E a bem dizer:
    Insatisfaz
    No entanto,
    Mulher mais querida
    Está para nascer.

  • 2

    Já não somos dois

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Editora: Luanda Edições Musicais

    ,
    Letra e Música: Djavan

    Letra

    (Djavan)


    Onde a luz
    Do iluminado amor
    Se escondeu?
    Me azoou
    Depois desapareceu
    Meio do nada
    Minha doce amada,
    Expôs
    Que ela e eu já não somos dois!
    Tu me negas,
    Levas tudo às cegas,
    Por que
    É mais fluido
    Do que faz parecer?
    E pensar,
    Que memoráveis tardes
    Passei...
    De lembrar:
    Te beijarei!
    Não sei desanimar,
    Te quero night and day,
    Sei do que faço jus...
    Sem saber mergulhar,
    Ou mesmo nadar
    Águas que atravessei!
    Um par dividido ao meio,
    Um poço de drama, cheio,
    No vau da eternidade...
    Num canto da solidão,
    Semente nativa
    Germina bem à vontade!

  • 3

    Asa

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Editora: Luanda Edições Musicais

    Letra e Música: Djavan

    Letra

    (Djavan)

    A manhã me socorreu com flores e aves
    Suaves, soltas, em asa azul
    Borboletas em bando

    Diz que pedra não fala
    Que dirá se falasse
    Eu, Ana?
    Me ama
    Me queima na sua cama
    O veludo da fala
    Disse: beijo, que é doce
    Me prende, me iguala
    Me rende com sua bala

    Se disfarce de Zeus
    De Juruna, na deusa azul
    Se me comover
    Eu já sei que é tu
    Claridade de um novo dia
    Não havia sem você
    Você passou e eu me esqueci
    O que ia dizer

    O que há pra falar
    Onde leva essa ladeira
    Que tristes terras vencerá
    Um intérprete tocando blues?

    Que há pra falar
    Onde leva essa ladeira
    Que tristes terras vencerá
    Um intérprete inventando blues?

    Que há pra falar
    Onde leva essa ladeira
    Que tristes terras vencerá
    Um intérprete delirando no blues?

  • 4

    Meu bem querer

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Editora: Luanda Edições Musicais

    Letra e Música: Djavan

    Letra

    (Djavan)

    Meu bem-querer
    É segredo, é sagrado
    Está sacramentado
    Em meu coração

    Meu bem-querer
    Tem um quê de pecado
    Acariciado pela emoção

    Meu bem-querer, meu encanto
    Tô sofrendo tanto

    Amor,
    E o que é o sofrer
    Para mim que estou
    Jurado pra morrer de amor?

  • 5

    Curumim

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Editora: Luanda Edições Musicais

    Letra e Música: Djavan

    Letra

    (Djavan)

    O que era flor
    Eu já catei pra dar
    Até meus lápis de cor
    Eu já dei
    G.I. Joe, eu já dei
    O que se pensar
    Eu já dei
    Minhas conchas do mar

    Ah! Minha flor
    Chega de maltratar
    O que mais pode agradar a você
    Eu já fiz de tudo
    Cadê que adiantou
    Que louco
    Que é o amor
    Tem graça viver
    Quando ele fica de mal
    Não quer brincar...

    Txucarramãe
    Krenacroro
    Kalapalo
    Yawalapiti-i

    Kamayurá
    Kayabí
    Kuikúru
    Waurà
    Suyá
    Awetí

  • 6

    Irmã de neon

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Editora: Luanda Edições Musicais

    Letra e Música: Djavan

    Letra

    (Djavan)

    Tudo pra subir, tudo pra vencer
    Tudo pra que eu possa
    Ser seu na vida
    Encontrar uma saída
    Me envolver
    Quando decidir, faça-me um sinal
    E eu estarei apto
    Pra ser seu e pronto
    Faça de mim seu quintal,
    Seu lazer

    Entre beijos divinais
    Uma mordida aqui, outra ali
    Cresce nos matagais
    O meu querer por ti
    Perfumada flor-de-lã
    Sua aragem me apraz e seduz
    Cabelos, quantos pêlos
    Tantos ui, uis...

    Monumento colossal, deusa com véu
    A tal, a que diz
    Como e porquê
    Merece ser a mais feliz

    Eva, irmã de Neon
    Filha de Barcelona e Gaudi
    Tu tens asas pra voar
    Mas, eu te esperarei aqui

    Pra mostrar o que é bom
    E te contar como eu sou
    Te ensinar coisas da vida
    Ser seu guia ou o que for
    Sair pra dançar contigo
    Ser seu amigo, seu amor...

    Te mostrar o que é bom
    E te contar como eu sou
    Te ensinar coisas da vida
    Ser seu guia ou o que for
    Sair pra dançar contigo
    Ser seu amigo, seu amor...
    Sair pra dançar contigo
    Ser seu amigo, seu amor...

  • 7

    Oceano

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Editora: Luanda Edições Musicais

    Letra e Música: Djavan

    Letra

    (Djavan)

    Assim
    Que o dia amanheceu
    Lá no mar alto da paixão
    Dava pra ver o tempo ruir
    Cadê você?
    Que solidão!
    Esquecera de mim

    Enfim
    De tudo que há na terra
    Não há nada em lugar nenhum
    Que vá crescer sem você chegar
    Longe de ti tudo parou
    Ninguém sabe o que eu sofri

    Amar é um deserto
    E seus temores
    Vida que vai na sela
    Dessas dores
    Não sabe voltar
    Me dá teu calor

    Vem me fazer feliz
    Porque eu te amo
    Você deságua em mim
    E eu oceano
    Esqueço que amar
    É quase uma dor

    Só sei
    Viver
    Se for
    Por você

  • 8

    Doidice

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Editora: Luanda Edições Musicais

    Letra e Música: Djavan

    Letra

    (Djavan)

    É natural
    Um vendaval
    Que passa aqui
    Mais doidice ali
    Ou uma seca que arrasou
    Pior é não te ver agora
    Aflora vícios

    Claras manhãs
    Ou tanto mais
    Que eu possa ter
    Nada quer dizer
    Se o teu beijo não é meu

    Cio chegando
    Calor explodindo
    Temores rondando o ar
    E eu pensando em ti

    Me apaixonei
    Talvez, pode ser
    Enlouqueci
    Não sei, nunca vi

    Preciso sair
    Depois que eu descobri
    Que há você
    Nunca mais existi...

    Cuanto más me olvidas
    Te amo más
    Estrella, sin tu amor
    No sé, no sé, no sé, no sé, no sé

  • 9

    Ares sutis

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Editora: Luanda Edições Musicais

    Letra e Música: Djavan

    Letra

    (Djavan)


    Quanto mais eu sei
    Menos eu seu quem sou.
    Será que eu vivi
    Tudo porque passei...
    E quem será que eu sou?
    Mesmo podendo imaginar
    O que eu quiser,
    Eu não sei se sou tanto!
    Quanto mais eu sou
    Menos sou o que sei.
    E pra o que nasci,
    Será que cumprirei?
    O que será que eu sei
    Num corpo a mendigar,
    Qual é a lei
    No desvão do amar?
    Me consumi
    Pra ter um pouco de ti,
    Clamei por atenção!
    Jamais usei
    Sapatos tão peculiares.
    Andei vestida por colares mis,
    Violentei até meus ares sutis!...
    E o que não tem fim
    Começa outra vez:
    Quanto mais eu sou
    Acho que mais eu sei
    O que vai ser, enfim –
    Sedada de aflição –
    Eu vou viver
    Pra esquecer de mim.

  • 10

    Serrado

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Editora: Warner / Chappell Edições Musicais

    Letra e Música: Djavan

    Letra

    (Djavan)

    Se o Senhor me for louvado
    Eu vou voltar pro meu Serrado
    Por ali ficou
    Quem temperou o meu amor
    E semeou em mim essa incrível
    Saudade
    Se é por vontade de Deus,
    Valei, Valei!

    Se pedir a Deus pelo meu prazer
    Não for pecado
    Vou rezar pra quando eu voltar
    Rever todas as brincadeiras do passado
    Cortejar meu Serrado
    E em dia feriado,
    Viva o cordão azul encarnado!

    Eu sei, serei feliz de novo
    Meu povo, deixa eu chorar com você
    Serei feliz de novo,
    Meu povo, deixa eu chorar com você

  • 11

    Flor de lis

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Editora: Universal Music Publishing MGB

    Letra e Música: Djavan

    Letra

    (Djavan)

    Valei-me, Deus!
    É o fim do nosso amor
    Perdoa, por favor
    Eu sei que o erro aconteceu
    Mas não sei o que fez
    Tudo mudar de vez
    Onde foi que eu errei?
    Eu só sei que amei,
    Que amei, que amei, que amei

    Será talvez
    Que minha ilusão
    Foi dar meu coração
    Com toda força
    Pra essa moça
    Me fazer feliz
    E o destino não quis
    Me ver como raiz
    De uma flor de lis

    E foi assim que eu vi
    Nosso amor na poeira,
    Poeira
    Morto na beleza fria de Maria

    E o meu jardim da vida
    Ressecou, morreu
    Do pé que brotou Maria
    Nem margarida nasceu.

  • 12

    Samurai

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Editora: Luanda Edições Musicais

    Letra e Música: Djavan

    Letra

    (Djavan)

    Ai....
    Quanto querer
    Cabe em meu coração

    Ai....
    Me faz sofrer Faz que me mata E se não mata, fere

    Vai....
    Sem me dizer
    Na casa da paixão

    Sai....
    Quando bem quer
    Traz uma praga
    E me afaga a pele

    Crescei, luar
    Pra iluminar as trevas
    Fundas da paixão
    Eu quis lutar
    Contra o poder do amor
    Caí nos pés do vencedor
    Para ser o serviçal
    De um samurai
    Mas eu tô tão feliz!
    Dizem que o amor Atrai...

  • 13

    Seduzir

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Editora: Luanda Edições Musicais

    Letra e Música: Djavan

    Letra

    (Djavan)

    Cantar
    É mover o dom
    Do fundo de uma paixão
    Seduzir
    As pedras, catedrais, coração
    Amar
    É perder o tom
    Nas comas da ilusão
    Revelar todo sentido
    Vou andar, vou voar
    Pra ver o mundo
    Nem que eu bebesse o mar
    Encheria o que eu tenho de fundo
    Vou andar, vou voar
    Pra ver o mundo
    Nem que eu bebesse o mar
    Encheria o que eu tenho de fundo

  • 14

    Se

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Editora: Luanda Edições Musicais

    Letra e Música: Djavan

    Letra

    (Djavan)

    Você disse que não sabe se não
    Mas também não tem certeza que sim
    Quer saber?
    Quando é assim
    Deixa vir do coração
    Você sabe que eu só penso em você
    Você diz só que vive pensando em mim
    Pode ser
    Se é assim
    Você tem que largar a mão do não
    Soltar essa louca, arder de paixão
    Não há como doer pra decidir
    Só dizer sim ou não
    Mas você adora um se...

    Eu levo a sério mas você disfarça
    Você me diz à beça e eu nessa de horror
    E me remete ao frio que vem lá do sul
    Insiste em zero a zero e eu quero um a um
    Sei lá o que te dá, não quer meu calor
    São Jorge, por favor, me empresta o dragão
    Mais fácil aprender japonês em braille
    Do que você decidir se dá ou não.

  • 15

    Sina

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Editora: Luanda Edições Musicais

    Letra e Música: Djavan

    Letra

    (Djavan)

    Pai e mãe
    Ouro de mina
    Coração, desejo e sina
    Tudo mais, pura rotina
    Jazz...

    Tocarei seu nome pra poder falar de amor
    Minha princesa, art-nouveau
    Da natureza, tudo mais
    Pura beleza
    Jazz...

    A luz de um grande prazer
    É irremediável neon
    Quando o grito do prazer açoitar o ar
    Reveillon...

    O luar
    Estrela do mar
    O sol e o dom, quiçá um dia
    A fúria
    Desse front virá lapidar
    O sonho
    Até gerar o som
    Como querer Caetanear o que há de bom

  • 16

    Maledeto

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Editora: Luanda Edições Musicais

    Letra e Música: Djavan

    Letra

    (Djavan)

    Tô aqui sempre fazendo planos pra estar com você
    Prometendo o amor sem os danos que você quer ter
    Um olhar pouco mais demorado já me faz sonhar
    Quando penso que a tenho ao meu lado

    Você vai atrás do maledeto
    Você vai atrás do maledeto
    Você vai que vai

    Queira ou não, tô vivendo na duvida, se vou conseguir
    Desespero , mas vou virando laje pra lhe seduzir
    Não sou mar para viver de onda
    Não vou me enganar
    Se eu ficar mergulhado nas sombras

    Vou cair na buraqueira mesmo
    Vou cair na buraqueira mesmo
    Mas eu vou que vou

    Já viu que arraso é se dar pra alguém que o quer pra si
    Nada é tão bom
    E beber da agua que há , dividir pra crescer
    Tente me querer

    Minha madredeus,
    Mãe de Deus não me deixe só
    Ajudai aos seus
    Retirai do viver, o nó