Música

Ária Ao Vivo

2011

Sobre o Álbum

"Ária Ao Vivo" (Luanda Records/Biscoito Fino) é o novo CD, DVD e primeiro Blu Ray de Djavan, que comemora em grande estilo seus 35 anos de carreira. Com direção da Samba Filmes, os shows foram gravados nos dias 08 e 09 de abril, no Grande Teatro do Palácio das Artes, em Belo Horizonte.

No repertório estão os clássicos gravados no disco “Ária”, como "Sabes mentir" (Othon Russo), "Palco" (Gilberto Gil) e "Oração ao tempo" (Caetano Veloso), além de “Linha do equador”, "Flor de lis", "Sina" e "Lambada de serpente", sucessos de Djavan que foram incluídos na turnê.

Músicas

  • 1

    Seduzir

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Autor: Djavan

    Intéprete: Djavan

    Editora: Luanda Edições Musicais

    Marcos Suzano: percussão
    André Vasconcellos: baixo acústico
    Torcuato Mariano: violão
     

    Letra

    (Djavan)

    Cantar,
    É mover o dom
    Do fundo de uma paixão
    Seduzir
    As pedras, catedrais, coração


    Amar,
    É perder o tom
    Nas comas da ilusão
    Revelar todo o sentido


    Vou andar, vou voar
    Pra ver o mundo
    Nem que eu bebesse o mar
    Encheria o que eu tenho de fundo

  • 2

    Eu te devoro

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Autor:Djavan

    Intérprete:Djavan

    Editora: Luanda Edições Musicais Ltda.

    Djavan: guitarra
    Marcos Suzano: percussão
    André Vasconcellos: baixo elétrico
    Torcuato Mariano: guitarra


     

    Letra

    (Djavan)

    Teus sinais
    Me confundem da cabeça aos pés
    Mas por dentro eu te devoro
    Teu olhar
    Não me diz exato quem tu és
    Mesmo assim eu te devoro


    Te devoraria a qualquer preço
    Porque te ignoro ou te conheço
    Quando chove ou quando faz frio
    Noutro plano
    Te devoraria tal Caetano
    A Leonardo DiCaprio


    É um milagre
    Tudo que Deus criou
    Pensando em você
    Fez a via-láctea
    Fez os Dinossauros
    Sem pensar em nada
    Fez a minha vida
    E te deu


    Sem contar os dias
    Que me faz morrer
    Sem saber de ti
    Jogado à Solidão
    Mas se quer saber
    Se eu quero outra vida
    Não! Não!


    Eu quero mesmo é viver
    Pra esperar, esperar
    Devorar você


     

  • 3

    Lambada de Serpente

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Autor: Djavan / Cacaso
    Intérprete: Djavan

    Editora: Edições Musicais Tapajós Ltda./Edição Musical Arlequim Ltda.

    Djavan: guitarra
    Marcos Suzano: percussão
    André Vasconcellos: baixo acústico
    Torcuato Mariano: violão
     

    Letra

    (Djavan / Cacaso)

    Cuidar do pé de milho
    Que demora na semente
    Meu pai disse: meu filho
    Noite fria, tempo quente

    Lambada de serpente
    A traição me enfeitiçou
    Quem tem amor ausente
    Já viveu a minha dor

    Do chão da minha terra
    Um lamento de corrente
    Um grão de pé de guerra
    Prá colher dente por dente

    Lambada de serpente
    A traição me enfeitiçou
    Quem tem amor ausente
    Já viveu a minha dor

  • 4

    Sabes Mentir

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Autor: Othon Russo
    Intérprete: Djavan
    Editora: Bandeirante Editora - ADDAF

    Djavan: violão
    Marcos Suzano: percussão
    André Vasconcellos: baixo acústico
    Torcuato Mariano: violão

    Letra

    (Othon Russo)

    Sabes mentir
    Hoje eu sei que tu sabes sentir
    Um falso amor
    Abrigaste em meu coração


    Sempre a iludir
    Tu falavas com tanto ardor
    Dessa paixão
    Que dizias sentir


    Mas tudo agora acabou
    Para mim terminou a ilusão
    Hoje esse amor já findou
    E afinal para que amar


    Sempre a iludir
    Tu beijavas com afeição
    Sempre a fingir
    Uma falsa emoção

     

  • 5

    Oração ao tempo

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Autor: Caetano Veloso
    Intérprete: Djavan
    Editora: Uns Prod. Artísticas Ltda.-Warner Chappell Edições Musicais

    Djavan: violão
    Marcos Suzano: percussão
    André Vasconcellos: baixo elétrico
    Torcuato Mariano: violão
     

    Letra

    (Caetano Veloso)

    És um senhor tão bonito
    Quanto a cara do meu filho
    Tempo, tempo, tempo, tempo
    Vou te fazer um pedido
    Tempo tempo tempo tempo...

    Compositor de destinos
    Tambor de todos os rítmos
    Tempo tempo tempo tempo
    Entro num acordo contigo
    Tempo tempo tempo tempo...

    Por seres tão inventivo
    E pareceres contínuo
    Tempo tempo tempo tempo
    És um dos deuses mais lindos
    Tempo tempo tempo tempo...

    Que sejas ainda mais vivo
    Do som do meu estribilho
    Tempo tempo tempo tempo
    Ouve bem o que te digo
    Tempo tempo tempo tempo...

    Peço-te o prazer legítimo
    E o movimento preciso
    Tempo tempo tempo tempo
    Quando o tempo for propício
    Tempo tempo tempo tempo...

    De modo que o meu espírito
    Ganhe um brilho definido
    Tempo tempo tempo tempo
    E eu espalhe benefícios
    Tempo tempo tempo tempo...

    O que usaremos pra isso
    Fica guardado em sigilo
    Tempo tempo tempo tempo
    Apenas contigo e migo
    Tempo tempo tempo tempo...

    E quando eu tiver saído
    Para fora do teu círculo
    Tempo tempo tempo tempo
    Não serei nem terás sido
    Tempo tempo tempo tempo…

    Ainda assim acredito
    Ser possível reunirmo-nos
    Tempo tempo tempo tempo
    Num outro nível de vínculo
    Tempo tempo tempo tempo…

    Portanto peço-te aquilo
    E te ofereço elogios
    Tempo tempo tempo tempo
    Nas rimas do meu estilo
    Tempo tempo tempo tempo…
     

  • 6

    Disfarça e chora

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Autor: Cartola/ Dalmo Castello
    Intérprete: Djavan
    Editora: Edições Euterpe
    Djavan: violão

    Letra

    (Cartola/ Dalmo Castello)

    Chora
    Disfarça e chora
    Aproveita a voz do lamento
    Que já vem a aurora
    A pessoa que tanto queria
    Antes mesmo de raiar o dia
    Deixou o ensaio por outra
    Oh! Triste senhora


    Disfarça e chora
    Todo o pranto tem hora
    E eu vejo seu pranto cair
    No momento mais certo
    Olhar, gostar, só de longe
    Não faz ninguém chegar perto
    E o seu pranto
    Oh! Triste senhora
    Vai molhar o deserto...
     

  • 7

    Brigas nunca mais

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Autor: Tom Jobim / Vinícius de Moraes
    Intérprete: Djavan
    Editora: Jobim Music/Tonga Editora-Universal Music Publ. MGB Brasil

    Djavan: violão

    Letra

    (Tom Jobim / Vinícius de Moraes)

    Chegou, sorriu, venceu
    Depois chorou então fui eu
    Quem consolou sua tristeza
    Na certeza de que o amor
    Tem dessas fases más
    E é bom para fazer as pazes
    Mas depois fui eu quem dela precisou
    E ela então me socorreu
    E o nosso amor
    Mostrou que veio pra ficar
    Mais uma vez por toda a vida
    Bom é mesmo amar em paz
    Brigas nunca mais
     

  • 8

    Fly me to the moon

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Autor: Bart Howard
    Intérprete: Djavan
    Editora: EMI Songs do Brasil Edições Musicais Ltda.

    Djavan: violão
    Marcos Suzano: percussão
    André Vasconcellos: baixo acústico
    Torcuato Mariano: guitarra

    Letra

    (Bart Howard)

    Fly me to the moon
    Let me play among the stars
    Let me see what spring is like on
    Jupiter and Mars


    In other words, hold my hand
    In other words, darling, kiss me


    Fill my heart with song
    And let me sing forever more
    You are all I long for
    All I worship and adore


    In other words, please be true
    In other words, I love you

     

  • 9

    La Noche

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Autor : Enrique Heredia Carbonell/Juan Jose Suarez Escobar
    Intérprete: Djavan
    Editora: SGAE ADDAF /Universal Music Publ. MGB Brasil Ltda

    Djavan: violão
    Marcos Suzano: percussão
    André Vasconcellos: baixo acústico
    Torcuato Mariano: violão

    Letra

    (Enrique Heredia Carbonell/Juan Jose Suarez Escobar)

    La noche no quiere venir
    Yo quiero estar cerca de ti
    Y poder robarte un beso
    Y si no sabes quién es
    Y poco a poco dejaré
    Que me vayas descubriendo
    Yo quiero estar cerca de ti
    Cuando rompa el amanecer
    O cuando se esté oscureciendo


    Gritos de amor se oian
    Una rosa seré para ti
    En mis sueños respondias
    Nunca te olvides de mi


    Tu amor me ha robado el alma
    Tu amor me ha robado el sueño
    Ya mi me dejó sin nada
    De la ilusión me mantengo


    Soy cautivo de tus besos
    Que a mi me queman por dentro
    Mi ilusion y mi alegria
    Ya eres toíto lo que tengo

     

  • 10

    Palco

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Autor: Gilberto Gil
    Intérprete: Djavan
    Editora: Gege Edições Musicais Ltda.

    Djavan: violão
    Marcos Suzano: percussão
    André Vasconcellos: baixo acústico
    Torcuato Mariano: guitarra

    Letra

    (Gilberto Gil)

    Subo nesse palco
    Minha alma cheira a talco
    Como um bumbum de bebê
    De bebê
    Minha aura clara
    Só quem é clarividente pode ver
    Pode ver

    Trago a minha banda
    Só quem sabe onde é Luanda
    Saberá lhe dar valor
    Dar valor
    Vale quanto pesa
    Pra quem preza o louco bumbum do tambor
    Do tambor

    Fogo eterno pra afugentar
    O inferno pra outro lugar
    Fogo eterno pra consumir
    O inferno fora daqui

    Venho para a festa
    Sei que muitos têm na testa
    O deus Sol como um sinal
    Um sinal
    Eu como devoto
    Trago um cesto de alegrias de quintal
    De quintal

    Há também um cântaro
    Quem manda é a deusa Música
    Pedindo pra deixar
    Pra deixar
    Derramar o bálsamo
    Fazer o canto cântaro cantar

  • 11

    Transe

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Autor: Djavan
    Intérprete: Djavan
    Editora: Luanda Edições Musicais Ltda

    Djavan: violão
    Marcos Suzano: percussão
    André Vasconcellos: baixo elétrico
    Torcuato Mariano: guitarra

    Letra

    (Djavan)

    Abra o seu coração
    Que eu quero passar
    Andar de trem...
    Flores beijando o chão
    Pedras a sonhar
    Tudo em transe de amor
    As carícias virão
    Soltas pelo ar
    Vindas do além
    E no seu coração
    Ou qualquer lugar
    Tudo brilhará também
    Ali onde o ar beira a luz
    Todo encanto vai navegar
    No decorrer de uma paixão
    Tempestade nasce no vento
    Cresce e se faz mulher
    Pra me levar
    Na ilusão
    Abra o seu coração
    Que eu quero passar
    Andar de trem...
    Flexas de solidão
    Cantam pra saudar
    Noites de luar
    Em vão.
     

  • 12

    Flor de Lis

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Autor: Djavan
    Intérprete: Djavan
    Editora: Universal Music Publ. MGB Brasil Ltda.

    Djavan: violão
    Marcos Suzano: percussão
    André Vasconcellos: baixo elétrico
    Torcuato Mariano: violão
     

    Letra

    (Djavan)

    Valei-me, Deus!
    É o fim do nosso amor
    Perdoa, por favor
    Eu sei que o erro aconteceu
    Mas não sei o que fez
    Tudo mudar de vez
    Onde foi que eu errei?
    Eu só sei que amei,
    Que amei, que amei, que amei

    Será talvez
    Que minha ilusão
    Foi dar meu coração
    com toda força
    Pra essa moça

    Me fazer feliz
    E o destino não quis
    Me ver como raiz
    De uma flor de lis

    E foi assim que eu vi
    Nosso amor na poeira, poeira
    Morto na beleza fria de Maria

    E o meu jardim da vida ressecou, morreu
    Do pé que brotou Maria
    Nem margarida nasceu

     

  • 13

    Linha do Equador

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Autor: Djavan e Caetano Veloso
    Intérprete: Djavan
    Editora: Luanda Edições Musicais Ltda/ Uns Prod.Artísticas Ltda - Warner Chappell Edições Musicais Ltda

    Djavan: voz
    Marcos Suzano: percussão
    André Vasconcellos: baixo elétrico
    Torcuato Mariano: guitarra

    Letra

    (Djavan e Caetano Veloso)

    Luz das estrelas
    Laço do infinito
    Gosto tanto dela assim
    Rosa amarela
    Voz de todo grito
    Gosto tanto dela assim

    Esse imenso, desmedido amor
    Vai além de seja o que for
    Vai além de onde eu vou
    Do que sou, minha dor
    Minha linha do Equador
    Esse imenso , desmedido amor
    Vai além que seja o que for
    Passa mais além do

    Céu de Brasília
    Traço do arquiteto
    Gosto tanto dela assim
    Gosto de filha música de preto
    Gosto tanto dela assim

    Essa desmesura de paixão
    É loucura de coração
    Minha Foz do Iguaçu
    Pólo sul, meu azul
    Luz do sentimento nu

    Esse imenso, desmedido amor
    vai além que seja o que for
    Vai além de onde eu vou
    Do que sou, minha dor
    Minha linha do Equador

    Mas é doce morrer nesse mar de lembrar
    E nunca esquecer
    Se eu tivesse mais alma pra dar
    Eu daria, isso pra mim é viver.
     

  • 14

    Samurai

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Autor : Djavan
    Intérprete: Djavan
    Editora: Luanda Edições Musicais Ltda

    Djavan: voz
    Marcos Suzano: percussão
    André Vasconcellos: baixo elétrico
    Torcuato Mariano: guitarra/programação

    Letra

    (Djavan)

    Ai...
    Quanto querer
    Cabe em meu coração

    Ai...
    Me faz sofrer
    Faz que me mata
    E se não mata fere

    Vai...
    Sem me dizer
    Na casa da paixão

    Sai...
    Quando bem quer
    Traz uma praga
    E me afaga a pele

    Crescei, luar
    Prá iluminar as trevas
    Fundas da paixão

    Eu quis lutar
    Contra o poder do amor
    Cai nos pés do vencedor
    Para ser o serviçal
    De um samurai
    Mas eu tô tão feliz!
    Dizem que o amor
    Atrai...

     

  • 15

    Sina

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Autor : Djavan
    Intérprete: Djavan
    Editora: Luanda Edições Musicais Ltda.

    Djavan: voz
    Marcos Suzano: percussão/voz
    André Vasconcellos: baixo elétrico/voz
    Torcuato Mariano: guitarra/programação

    Letra

    (Djavan)

    Pai e mãe
    Ouro de mina
    Coração
    Desejo e sina
    Tudo mais
    Pura rotina
    Jazz...

    Tocarei seu nome
    Pra poder
    Falar de amor
    Minha princesa
    Art nouveau
    Da natureza
    Tudo mais
    Pura beleza
    Jazz...

    A luz de um grande prazer
    É irremediável néon
    Quando o grito do prazer
    Açoitar o ar
    Reveillon...
    O luar
    Estrela do mar
    O sol e o dom
    Quiçá um dia
    A fúria
    Desse front
    Virá
    Lapidar o sonho
    Até gerar o som
    Como querer
    Caetanear
    O que há de bom.

     

  • 16

    Lilás

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    Autor: Djavan
    Intérprete: Djavan
    Editora: Luanda Edições Musicais Ltda

    Djavan: voz
    Marcos Suzano: percussão/voz
    André Vasconcellos: baixo elétrico/voz
    Torcuato Mariano: guitarra/programação
     

    Letra

    (Djavan)

    Amanhã
    Outro dia
    Lua sai
    Ventania abraça
    Uma nuvem que passa no ar
    Beija
    Brinca
    E deixa passar

    E no ar
    De outro dia
    Meu olhar
    Surgia nas pontas
    De estrelas perdidas no mar
    Pra chover de emoção
    Trovejar...

    Raio se libertou
    Clareou
    Muito mais
    Se encantou
    Pela cor lilás
    Prata na luz do amor
    Céu azul

    Eu quero ver
    O pôr do sol
    Lindo como ele só
    E gente pra ver
    E viajar
    No seu mar
    De raio