Música

Djavan

1978

Sobre o Álbum

Se “A voz, o violão, a música de Djavan” foi o disco do espanto em 1976, dois anos depois “Djavan” seria o da serena confirmação. Mais do que isso: em seu segundo LP Djavan consagra-se definitivamente como compositor e mostra que não era apenas um autor de sambas diferentes, nem um criador espasmódico. Era um artista completo.

Mas não foi somente o público que descobriu uma nova faceta de Djavan, tão surpreendente quanto à do sambista. Grandes cantoras brasileiras passaram a conhecer o artista. Divas como Maria Bethânia e Nana Caymmi, só para falar das duas mais notáveis, foram as primeiras a gravar suas obras. 

“Djavan”, o LP, foi um avanço em termos de produção e tem a ampliação estética como marca. Os investimentos da gravadora EMI-Odeon, que apostou pesado em seu novo artista, renderam parcerias com os melhores músicos da praça e arranjadores do porte de Dori Caymmi, Eduardo Souto Neto, Gilson Peranzzetta, além da participação de uma orquestra completa.

E só para não perder o hábito, os sambas de “Djavan” não ficam nada a dever aos do primeiro disco. As quebras de “Samba dobrado”, o toque afro de “Nereci”, a originalidade musical e temática de “Numa esquina de Hanói” e de “Serrado” estão ali para mostrar que Djavan havia chegado para ficar.

Hugo Sukman

Músicas

  • 1

    Cara de índio

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    3:10

    Autor/written by: Djavan
    Editora/publisher: Ed.BMG Arabella

    Djavan: violão/guitar e craviola/craviola
    Nelsinho: bateria/drums e percussão/percussion
    Luizão: baixo/bass
    Hercules: percussão/percussion
    Eduardo: oberbein/oberbein
    Copinha, Jorginho e Jaime Araújo: flautas/flutes
    Marizinha, Regina, Roberto e Valdir: coro/choir
    Arranged by: Eduardo Souto Neto e Djavan

    Letra

    (Djavan)

    Índio cara pálida
    Cara de índio
    Índio cara pálida
    Cara de índio
    Sua ação é válida
    Meu caro índio
    Sua ação é válida
    Valida o índio
    Nessa terra tudo dá
    Terra de índio
    Nessa terra tudo dá
    Não para o índio
    Quando alguém puder plantar
    Quem sabe índio
    Quando alguém puder plantar
    Não é índio
    Índio quer se nomear
    Nome de índio
    Índio quer se nomear
    Duvido índio
    Isso pode demorar
    Te cuida índio
    Isso pode demorar
    Coisa de índio
    Índio sua pipoca
    Tá pouca índio
    Índio quer pipoca
    Te toca índio
    Se o índio se tocar
    Touca de índio
    Se o índio toca,
    Não chove índio
    Se quer abrir a boca
    Pra sorrir índio
    Se quer abrir a boca,
    Na toca índio
    A minha também tá pouca
    Cota de índio
    Apesar da minha roupa
    Também sou índio

  • 2

    Serrado

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    3:35

    Autor/written by: Djavan
    Editora/publisher: Ed.BMG Arabella

    Djavan: violão/guitar

    Paulinho Braga: bateria/drums
    Luizão: baixo/bass
    Hermes: Percussão/percussion
    Ari Piassarolo: guitarra/eletric guitar

    Letra

    (Djavan)
    
    Se o Senhor me for louvado
    Eu vou voltar pro meu Serrado
    Por ali ficou
    Quem temperou o meu amor BIS
    E semeou em mim essa incrível
    Saudade
    Se é por vontade de Deus,
    Valei...
    Valei!
    
    Se pedir a Deus pelo meu prazer
    Não for pecado
    Vou rezar pra quando eu voltar rever
    Todas brincadeiras do passado
    Cortejar meu Serrado
    E em dia feriado, 
    Viva o cordão azul e encarnado!
    
    Eu sei, serei feliz de novo
    Meu povo, deixa eu chorar com você BIS
    Serei feliz de novo,
    Meu povo, deixa eu chorar com você

  • 3

    Água

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    3:10

    Autor/written by: Djavan
    Editora/publisher: Ed.BMG Arabella

    Djavan: violão/guitar

    Picolé: bateria/drums
    Luizão: baixo/bass
    Hermes e Marku: percussão/percussion
    Hélio Delmiro: guitarra/eletric guitar
    Gilson Peranzzetta: Piano elétrico/eletric piano
    Mauro Senise e Danilo Caymmi: flautas/flutes
    Marizinha, Regina, Roberto e Valdir: Coro/choir
    Cordas/Strings

    Violinos/violin: Pareschi (Spalla), Vidal, José Alves, Arnald, Eduardo Hack, Walter Hack, José Lana, Andréa, Pissarenko, Faini, Piersanti, Miranda Iura
    Violas/viols: Arlindo Penteado, Stephany, Murillo Loures, Nathércia
    Cellos/cellos: Iberê Gomes Grosso, Marcio Mallard, Alceu, Atelisa
    Eduardo Souto Neto: orquestração/orchestra e regência/conductor

    Letra

    (Djavan)

    Tudo que se passa aqui
    Não passa de um naufrágio
    Eu me criei no mar
    E foi lá que eu aprendi
    A nadar
    Pra nada
    Eu aprendi pra nada

    A maré subiu demasiada
    E tudo aqui esta que é água
    Que é água

    Água pra encher
    Água pra manchar
    Água pra vazar a vida
    Água pra reter
    Água pra rasar
    Água na minha comida

    Água
    Aguaceiro
    Aguadouro
    Água que limpa o couro
    Couro até mata

  • 4

    Álibi

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    2:21

    Autor/written by: Djavan
    Editora/publisher: Ed.BMG Arabella

    Djavan: Violão (“Ovatino”) c/ pbase/ovation guitar
    Nelsinho: bateria
    Luizão: Baixo
    Mauro Senise e Danilo Caymmi: Flautas G e C/Flutes in G and C
    Swat e Geraldo: Trompas/trump
    Azevedo e Sylvio: trombones/trombone
    Luizinho: Sax tenor/tenor saxophone
    Cordas/Strings
    Violinos/violins: Parescbi (Spalla), Vidal, José Alves, Arnald, Eduardo Hack,   Walter Hack, José  Lana, Andréa, Faini, Piersanti, Miranda Iura.
    Violas/viol: Arlindo Penteado, Stefhany, Murillo Loures, Nathércia
    Cellos/cellos: Iberê Gomes Grosso, Marcio Mallard, Alceu, Atelisa
    Dori Caymmi: orquestração/orchestra e regência/conductor

    Letra

    (Djavan)

    Havia mais que um desejo
    A força do beijo
    Por mais que vadia
    Não sacia mais
    Meus olhos lacrimejam teu corpo
    Exposto à mentira do calor da ira
    Do afã de um desejo que não contraíra
    No amor, a tortura está por um triz
    Mas a gente atura e até se mostra feliz
    Quando se tem o álibi
    De ter nascido ávido
    E convivido inválido
    Mesmo sem ter havido

  • 5

    Numa esquina de Hanói

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    2:57

    Autor/written by: Djavan
    Editora/publisher: BMG Arabella

    Djavan: Violões (Acústicos e Ovation)/ ovation and acoustic guitar

    Nelsinho: bateria/drums e percussão
    Hermes: percussão/percussion
    Eduardo Souto Neto: piano acústico/acoustic piano
    Arranged: Djavan

    Letra

    (Djavan)
    
    Um é par de dois
    Quer ver, verás
    Irei a ti pra viver
    Depois morrer de paz ou não...
    Quem saberá?
    Ficarei sabedor
    Se você temperou no sal
    Ou se salobro nós
    Me atiro cívico
    Aos meus amigos de varar a noite
    Trazás, nó cego, dirás
    E eu rirei pecador
    No que você corará mais
    E de cor entregarás
    A minha alma viva
    E depenada para o satanás
    Que enfim, quiçá, lhe trai
    Indiferente a mim
    Que não lhe significa nada mais
    Do que um lobo atroz
    Perdido numa esquina de Hanói
    Perdido numa esquina de Hanói

  • 6

    Minha mãe

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    2:12

    Autor/written by: Djavan
    Editora/publisher: Ed.BMG Arabella

    Djavan: violão/guitar e percussão/percussion
    Paulino Braga, Hermes e Marku: percussão/percussion
    Luizão: baixo/bass
    Gilson Peranzzetta: piano elétrico/eletric piano
    Dominguinhos: acordeon/accordion
    Cordas/Strings:

    Violinos/violins: Pareschi (Spalla), Vidal, Jose Alves, Arnald, Eduardo Hack;Walter Hack, Jose lana, Andréa, Pissarenko, Faini, Piersanti, Miranda Iura
    Violas/viols: Arlindo Penteado, Stephany, Murilo Loures, Nathércia
    Cellos/cellos: Iberê, Gomes Grosso, Marcio Mallard, Alceu, Atelisa.
    Dori Caymmi: orquestração/orchestra e regência/conductor

    Letra

    (Djavan / Wagner)
    
    O descampado se via
    E eu de esperar
    Tava morta
    Com jeito de agonia
    Eu me encostava na porta
    
    A disfarçar a barriga
    Dos risos da fantasia
    Fingindo ter
    Nos meus olhos
    Um sol que nunca podia
    
    Via passar procissões
    E os velhos nos caramanchões
    Ê, ê
    
    Via passar esses dias
    Como se fossem dobrados
    Ardia em mim
    Esse filho
    Como se fosse pecado
    Filho do pecado

  • 7

    Alagoas

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    3:55

    Autor/written by: Djavan
    Editora/publisher: BMG Arabella

    Paulinho Braga: bateria/drums
    Luizão: baixo/bass
    Djavan: violão/guitar e percussão/percussion / voz
    Ari Piassarolo: guitarra/eletric guitar
    Gilson Peranzzetta: piano acústico/acoustic piano
    Hermes: percussão/percussion

    Letra

    (Djavan)

    Ô Maceió
    É três mulé prum homem só
    Ô Maceió
    É três mulé prum homem só
    Eu fui batizado na capela do farol
    Matriz de Santa Rita,
    Maceió
    Mas foi beirando estrada abaixo que eu piquei a mula
    Disposto a colar um grau na escola da natura
    Se alguém me perguntar
    Não tenho nada a dizer
    Pois eu, pra me realizar
    Preciso morrer
    Você me deu liberdade
    Pra meu destino escolher
    E quando sentir saudades
    Poder chorar por você
    Não vê, minha terra mãe
    Que estou a me lamentar
    É que eu fui condenado a viver do que cantar
    A--la, a--la, ala, Alagoas
    A--la, a--la, ala, Alagoas
    Eu fui batizado na capela do farol...

  • 8

    Estória de Cantador

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    4:15

    Autor/written by: Djavan
    Editora/publisher: BMG Arabella

    Hermes e Dazinho: percussão/percussion
    Luizão: baixo/bass
    Djavan: Violão/guitar e voz/vocal
    Ari Piassarolo: Violão 12 cordas/12-string guitar
    Dominguinhos: acordeon/accordion

    Letra

    (Djavan)
    
    Me apareceu
    Tal rainha
    Qual estrela
    Pelo chão
    No decote a "sianinha"
    E, a fileira de botão
    Elogiei seu vestido
    Pra dizer que era nobre
    Feito um rei oferecido
    Eu estou às suas ordens
    
    As ordens foram servidas
    Com muito amor e paixão
    De mil juras prometidas
    Surgiu um lindo varão
    
    Na festa de "Deus Menino"
    Após dois anos de corte
    Levou o menino à lida
    Quase me levou à morte
    
    O que sobrou de nós dois
    Não dá nem pra repartir
    O pior veio depois
    Quando pude conferir
    Pelos traços desse filho
    Dá pra ler a minha estória
    Um sofrer que vem de longe
    Acobertado de glória
    

  • 9

    Nereci

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    3:21

    Autor/written by: Djavan
    Editora/publisher: BMG Arabella

    Djavan: violão/guitar

    Part. Especial/Special guest: Marizinha
    Paulinho Braga: bateria/drums
    Luizão: baixo/bass
    Hermes e Dazinho: percussão/percussion
    Ari Pissarolo: violão 12 cordas/12-string guitar
    Jotinha: vibrafone/vibraphone
     

    Letra

    (Djavan)
    
    Nereci...
    Quando o mar levou
    Teria sido traição
    Será que na maré de hoje
    Ela virá
    Rainha do mar
    
    Nereci
    Quando o mar levou
    Teria sido traição
    Será que a maré de hoje
    Ela virá
    Rainha do mar
    
    Além de
    Todos além
    Além do além-mar
    Nereci além do azul estará
    
    Além de
    Todos além
    Além do além-mar
    Nereci além do azul estará

  • 10

    Samba Dobrado

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    3:29

    Autor/written by: Djavan
    Editora/publisher: BMG Arabella

    Nelsinho: bateria/drums
    Luizão: baixo/bass
    Hermes: percussão/percussion
    Djavan: violão/guitar / voz
    Gilson Peranzzetta: piano elétrico/acoustic piano
    Nivaldo Duarte: Locução (Gravando)/locution

    Letra

    (Djavan)
    
    Vai ser pior ainda
    Quando amanhecer
    Tudo que se tem pra cantar
    Não dá pra embalar
    Nem pra devolver
    O direito de escolher
    
    A música melhor para se dançar
    
    Quem faz parte dessa cena
    Gravando! Pode rodar
    Pra cumprir a mesma pena
    Não é preciso ensaiar
    Tá combinado
    
    Basta aprender sambar dobrado
    Basta aprender sambar dobrado

  • 11

    Dupla Traição

    /
    Ficha técnica | Letra
  • Ficha técnica

    3:02

    Autor/written by: Djavan
    Editora/publisher: BMG Arabella

    Nelsinho: bateria/drums
    Luizão: baixo/bass
    Marku: percussão/percussion
    Djavan: Violão (Ovatinon) c/ pbase/ovation guitar
    Gilson Peranzzetta: piano acústico/acoutic piano
    Copinba: Solo de flautas G(inicio)/ flute in G solo
    Mauro Senise e Danilo Caymmi: Flautas C e G (Final)/ flute in C and G
    Cordas/

    Violinos/violins: Pareschi (Spalla), Vidal, José Alves, Arnald, Eduardo Hack, Walter Hack, José Lana, Andréa, Pissarenko, Faini,Piersanti, Miranda Iura
    Violas/viols: Arlindo Penteado, Stephany, murillo Loures, Natbércia
    Cellos/cellos: Iberê Gomes Grosso, Marcio Mallard, Alceu, Atelisa
    Orquestração/orchestra: Gilson Peranzzetta
    Regência/conductor: Dori Caymmi

    Letra

    (Djavan)
    
    Você chegou
    Você me viu
    Você falou
    Você me iludiu
    Me beijou
    E agora amor?
    Você dormiu, se retirou e eu fiquei
    Você destruiu o que fez
    E agora, amor?
    Na minha opinião
    Isso é dupla traição
    Se você não sabe pedir perdão
    Volta que eu quero morrer de alegria
    Depois agradecer